DEIC 2019

Pesquisador fala sobre a SAMBA, molécula desenvolvida para ajudar no combate à IC

A Conferência Magna da abertura do DEIC 2019 foi realizada pelo pesquisador Júlio Cesar Batista Ferreira e teve como título O paradigma das mitopatias e da disfunção mitocondrial. Júlio contou como foi o desenvolvimento da molécula SAMBA, desenvolvida para auxiliar no tratamento à insuficiência cardíaca.

Segundo Júlio, foi identificado uma situação que fazia com que o coração gerasse menos energia e o torna-se mais fraco. Trata-se da interação entre duas proteínas, a Kinase Beta 2 (Beta2PKC) e a Mitofusina 1 (Mfn1), no interior da mitocôndria, a organela da célula responsável pela produção de energia para funcionamento do organismo humano, inclusive o coração.

De acordo com Ferreira, quando as duas proteínas interagem, a Beta2PKC desliga a Mfn1, o que prejudica o funcionamento da mitocôndria, impedindo-a de produzir energia. Como uma das consequências, isso diminui a capacidade de contração e expansão das células do músculo cardíaco e, consequentemente, de bombear sangue.

Foi necessário bloquear a interação entre as duas proteínas, e assim nasceu a molécula Selectiv Antagonist ok Mfn1 and Beta2PKC Association (SamBa). Ainda é necessário passar por mais testes e outras etapas para que de fato possa passar a ser utilizada, mas é uma grande esperança no tratamento da IC.

09/08/2019 - 10:08